Google+

Cirurgias e Terapias

Anel de Ferrara

O Anel de Ferrara

O anel de Ferrara é uma órtese de formato semicircular, de espessuras variáveis, com 5 mm de diâmetro, confeccionada em Perspex CQ Acrilic, que é o mesmo material utilizado na confecção de lentes intra-oculares. Ele é perfeitamente tolerado pelo organismo, não havendo risco de rejeição. É o mais moderno e seguro tratamento para o ceratocone.

O implante de anel de Ferrara é indicado, principalmente aos portadores de ceratocone em evolução de qualquer faixa etária, intolerantes a lentes de contato, ou com distorções acentuadas da córnea, como ocorre após o transplante. É também indicado para correção de deformidades corneanas como ectasias pós Lasik e PRK, astigmatismo irregular pós transplante de córnea e degeneração pelúcida.

 O anel intracorneano é uma técnica cirúrgica com finalidade ortopédica. Esta técnica consiste na implantação da órtese na intimidade do tecido corneano de modo a alterar a curvatura da córnea na quantidade necessária para correção que se deseja obter. É uma técnica reversível, que pode ser ajustada em caso de correção inadequada, através da troca da órtese. O anel poderá ser removido em qualquer época sem prejuízo para saúde da córnea. A cirurgia é realizada sob anestesia local.

Os riscos são mínimos. Com em qualquer cirurgia pode ocorrer infecção. Neste caso, o anel deverá ser removido e pode ser reimplantado posteriormente. Não há perigo de rejeição. A cirurgia não impede ou prejudica o transplante de córnea. As complicações são mínimas e o mais importante, reversíveis, isto é, pode-se remover o anel e a córnea volta às medidas originais. A reabilitação visual é rápida, mas a estabilização ocorre a partir do terceiro mês. É normal, neste período, o paciente apresentar flutuação na visão. 

Vantagens sobre o transplante de córnea

Vídeo de implante de Anel de Ferrara realizado pelo Dr. Paulo Ferrara

As vantagens da cirurgia do anel sobre o transplante de córnea são:

  • rapidez na recuperação visual;
  • ausência de rejeição;
  • facilidade de adaptação de lentes de contato, se necessário;
  • reversibilidade;
  • retarda ou paralisa a evolução da doença por tempo indeterminado.